11 agosto 2008

Quase Tudo


LEI SECA:
sempre gostei de beber. no início era por causa de minha timidez.
timidez essa que eu não assumia.

tinha dores de barriga insuportáveis nas primeiras festinhas adolescentes.
menti pra todas minhas amigas que já tinha beijado na boca aos 13 anos, quando, na verdade, só fui beijar mesmo aos 15. E só Deus sabe o quanto tive de beber pra conseguir o feito.
Só Deus e meu pai, que foi me buscar no hospital de Tramandaí (DE SES PE RA DO)
E claro que até hoje quando ele me vê com um copo na mão ele lembra essa experiência "terrível" na vida de um pai.
E é claro também que é deveras inútil repetir para ele que AQUELA tinha sido a primeira vez que eu tinha bebido, que AQUELA foi a única vez que fui parar no hospital por causa de bebida e que HOJE, diferente DAQUELA fase de minha vida(aos 15 anos!!!!), eu sei beber...

confesso que essa última frase não está correta em sua totalidade.
Eu bebo mal, adimito, ansiosa, depressa demais.
Por isso a noite pra mim termina cedo.
sendo avessa às drogas químicas, não sou do tipo que chega em casa de manhã.
o que, seguramente, me poupa um número considerável de rugas in my face.
já me basta meu amor ao sol.

Tentei a maconha, mas odiei - e odeio até hoje. Ficar feito uma débil mental, rindo de nada, realmente não é uma situação que me seduza. Em mim ela não tem qualquer efeito excitante.

Minha libertinagem é o vinho, o sakê, ou a cerveja - não nego minhas origens alemãs assim tão fácil.
Até a vodka me agrada depois de algumas boas voltas na coqueteleira com a mistura perfeita.
Só não me venha com uísque. Uísque me lembra velho babão ou cocaína. Duas coisas que me causam asco.
Sim, beber é um costume censurável ou condenável, mas não pra quem bebe em casa ou vai de táxi, não é mesmo?

CHEERS!!

3 comentários:

Pattiê que fica, disse...

rá! Agora é a minha vez de encostar minha taça na sua e sorrir abertamente com o canto dos olhos... Cheers, cherrie!

Pattiê que fica, disse...

Esqueci de perguntar: conseguiu ingresso para o show do seu querido?

Caco disse...

Vinho na sala de casa. A-do-ro!
Cheers!